sábado, 13 de junho de 2009

E se você passou o dia dos namorados triste, por ver tantos casais comemorando, enquanto você próprio está sozinho, tenho um consolo... Jesus já nos mostrou que aqui nessa Terra a coisa mais natural é nos sentirmos carentes, porque ainda não é chegado o momento de vivermos em paz com todos aqueles que amamos.

"As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça" (Mateus 8:20)

Hoje, um filme que assisti a tarde na Record, com Silverter Stallone, chamado "Pare senão mamãe atira", comédia legal da qual guardei uma frase:

Se você conseguir alguém especial, agarre-a com as duas mãos, porque senão você pode se ver com 60 anos sozinho em seu apartamento, pensando no quão bom seria ter aquela pessoa especial ao seu lado.

E você também pode cantar assim, pra tentar convencer a pessoa amada...

Até quando você vai lembrar
Das canções que eu fiz pra nós dois
Não adianta jogar tudo fora
Só pra se arrepender depois

Dá sua mão, olha firme pra mim
Lágrimas lavam a alma
Nosso amor é real, não tem fim
Vem mais perto, me abraça e não solta

Nós fomos feitos pra nos querer
Lembra que o tempo não para
Para de tentar me esquecer
Se tá escuro não tarda, o sol vai nascer
(O Sol Vai Nascer - Luiz França)

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Wanderson Freitas14 de junho de 2009 19:33

    Adorei os versos de O Sol Vai Nascer, meu grande e talentoso amigo Luiz França!!!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar! Marque a caixa "Notificar-me" para receber as respostas do seu comentário por email.
Abraços do Luiz França.